click me
click or press space



Category: Sem categoria

10 de maio de 2021    by  ‣  0 comments

Resenha do filme: dois filhos de Francisco



Antes mesmo da estreia nos cinemas de 2 Filhos de Francisco já se falava boca a boca sobre esta produção de Conspiração em colaboração com os cantores country Zezé di Camargo e Luciano. Todos os rumores eram verdadeiros. Sem preconceitos (admito que não gosto desse estilo musical) foi o melhor filme brasileiro de 2005, o mais resolvido e o mais eficiente. O filme foi selecionado como representante oficial do Brasil para The Film Oscar Abroad em 2006. Esta é uma excelente estreia dirigida pelo fotógrafo Breno Silveira (por O Homem do Ano, Eu, Tu, Eles, Carlota Joaquina). Com exceção de alguns detalhes, os diretores tomaram todas as decisões seguras. É raro ver um filme com um elenco tão bem elenco, dos protagonistas ao elenco coadjuvante. Zezé di Camargo e Luciano me impressionaram não só pelo profissionalismo, mas também pelo carinho pelos fãs e colegas e também pelas qualidades vocais. Aliás, Luciano é um confessor apaixonado por cinema e também muito bem informado.

Fonte de reprodução: getty images

Zezé di Camargo & Luciano

Foi uma ótima ideia não fazer um filme sobre a dupla apenas para curtir sua popularidade (como já aconteceu antes, com Milionário e Zé Rico por exemplo) para contar a história de sua família, como eles lutaram para sobreviver sem nunca desistir do sonho do pai Francisco, que queria que os filhos se tornassem cantores famosos. Assim, seguindo a velha tradição dos antigos musicais de Hollywood, é a história da busca pelo sucesso, na qual surgem todos os tipos de problemas e dificuldades para finalmente alcançar o que se sonha. O pai é o único personagem teimoso, os filhos o obrigam a treinar quase autodidaticamente, a aprender a tocar e a cantar. E ele é um pouco cruel também (embora ele esteja certo no final). Ângelo Antonio tem razão ao criar a personagem de Francisco, certamente auxiliado por Dira Paes, que, como sempre, é uma figura cheia de dignidade e humanismo.

Fonte de reprodução: getty images

No caminho dos filhos de Francisco ainda há um irmão sofrendo de uma criança paralisada e um empresário trapaceiro _José Dumont se mostra no papel do trapaceiro que primeiro perde a cabeça e depois se arrepende. Que grande ator! Depois de uma virada, o filme tem como foco o personagem do filho caçula Luciano, que, embora com menos talento que Zezé, move céus e terras para fazer sucesso (quem o interpreta é Thiago Mendonça, um ator estreante que se sai muito bem ) Tanto ele quanto Marcio Kieling como Zezé adulto são muito parecidos com os originais. O filme não só é bem fotografado e editado, mas também tem a mão de Caetano Veloso, o que leva a uma faixa muito funcional e de bom gosto com a participação de Maria Bethânia e Ney Matogrosso, entre outros. É uma história positiva e um cinema muito bom. A edição em DVD traz making-of, documentário sobre Zezé di Camargo e Luciano, cenas deletadas, erros de gravação e galeria de fotos.

Fonte de reprodução: getty images

Detalhes sobre o filme

Não é preciso ser fã da música de Zezé Di Camargo e Luciano para curtir esse filme. Na estreia nacional, em sessão de Hors Concours durante o Festival de Cinema de Gramado, a maioria do público se reuniu ali, não fãs, mas fãs de cinema. A propósito, eles estavam mais curiosos do que realmente interessados. Mas quando a projecção acabou, o que se passou no Palácio dos Festivais foi um facto inédito: milhares de pessoas cantaram com a banda sonora, choraram de emoção e estavam totalmente empenhadas num enredo simples e ao mesmo tempo muito bem elaborado, com dignidade e competência construída. Alguns afirmam que o filme poderia ser um pouco menor, que o obturador estica um pouco demais. Você não está sem razão. Mas nada que desvie o brilho de um dos mais belos filmes de 2005, que muitos vão lembrar mais do que um bom entretenimento – o que é – mas também uma lição de vida. Quem diria

FONTE: https://g1.globo.com/








« »


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *